Supermercados Imperatriz



Case Supermercado Imperatriz: Implantação de WMS e Gestão Estratégica de Estoques


Supermercado Imperatriz


Em Agosto de 1974 o Super Imperatriz iniciou suas atividades em Santo Amaro da Imperatriz/SC. O fundador Vidal Procópio Lohn tinha o pensamento de oferecer o melhor aos clientes e contribuir para uma sociedade com mais qualidade de vida desde quando comercializava produtos coloniais com a carroça movida por cavalos repleta de iguarias.
Os planos ousados surgiram conforme a persistência do visionário se consolidava com o crescimento do mercado e dos 11 filhos. Daquele primeiro estabelecimento de 100 metros quadrados, formou-se um dos maiores atacadistas do Estado de Santa Catarina. No final dos anos 80 a rede já contava com nove lojas presentes na grande Florianópolis. As fronteiras estão menores para o Super Imperatriz presente nas cidades de Florianópolis, São José, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Balneário Camboriú e Rio do Sul.
O sucesso, decorrente de diversos fatores, é dedicado todos os dias aos esforços dos quase três mil colaboradores talentosos e compromissados, além dos parceiros fornecedores e seus milhares de clientes fiéis. Atualmente são 16 supermercados, seis restaurantes e um centro de distribuição capaz de armazenar 12,5 mil posições de paletes, equivalente à carga de 500 carretas.


5286099672d44acea172250ac6e7b2d7.png

Seja na primeira loja em Santo Amaro da Imperatriz ou no Imperatriz Gourmet com os padrões de requinte da culinária, em qualquer uma das lojas da rede, hoje comandada pela segunda geração dos Lohn, podem-se perceber as mesmas características de desbravamento e evolução para levar o melhor aos clientes e colaboradores espelhados nos mesmos princípios de Vidal Procópio Lohn: “Por mais que a nossa empresa cresça, por mais bens materiais que ela adquira e por mais tecnologia que tenhamos no futuro, o maior patrimônio do Imperatriz é, e sempre será apenas um: O Ser Humano”.


dc5fde53fd9d44edbeeeef32d8dc5c25.png

Desafio


O desafio do Super Imperatriz estava na implantação do WMS da CONSINCO e em uma melhor Gestão de Estoques. Para isso, contrataram as soluções do ABGroup por meio de uma parceria que iniciou-se em meados de 2012, soluções essas “Gestão Estratégica de Estoques e Perdas e Sistemas e Tecnologias WMS”.


O Projeto


O Super Imperatriz em parceria com o ABGroup realizou o projeto em 9 etapas sendo elas:


1. Desenvolvimento do Projeto

2. Apoiar a Implantação do WMS CONSINCO

3. Rever Processos Logísticos

4. Rever Estrutura Organizacional e Treinar Equipe

5. Integração Logística/Comercial/ Produção/Lojas

6. Implantação de Gestão Estratégica de Estoques

7. Transformar CD em centro de Resultados

8. Definir Estratégia de Abastecimento

9. Implantar Entrega Assegurada na Loja

A chave do sucesso para a implantação de WMS é o sincronismo de todas essas etapas do projeto, por exemplo, dificulta muito a implantação de WMS se não houver uma estrutura organizacional de logística que contemple Controle de Estoque, Faturamento e Processamento de Pedidos, Movimentação e Armazenagem, Mesa de Operação e Controle de Indicadores Logísticos.


No início do projeto focou-se na Revisão de Cadastro, pois interfere em todos os processos do WMS, desde a norma de paletização, de ressuprimento, até na definição do tamanho dos paletes de separação. Assim, definiu-se a equipe de cadastro, solicitou e acompanhou-se o recadastramento de todos os fornecedores, foram revisados os processos de cadastramento de produtos, implantou-se o processo de revisão de cadastro no Recebimento e foi realizada a integração da área de Cadastro no Comercial com o PCE (Planejamento e Controle de Estoque) na Logística.
Após a revisão do cadastro, iniciou-se a revisão do Layout, para tal revisaram-se as normas de paletização, os endereços (capacidade X giro) e facilidade na formação de paletes, considerou-se a curva ABC, Grandeza, Miudeza e Leveza. Após a revisão foi necessário a liberação de uma rua para fazer o processo de seleção inversa. Abaixo o modelo sugerido de layout:


sup_imperatriz_4.png

Após a revisão do Layout, foram revistos todos os processos logísticos a fim de adaptar os processos IMPERATRIZ x CONSINCO. Com a ciência de todas as áreas foram revistos os processos de Agendamento, Recebimento Fiscal e Físico, Movimentação, Armazenagem, Ressuprimento Preventivo e Corretivo, Separação, Carregamento e Inventário Geral e Rotativo.
Finalizada a adaptação dos processos foi realizada a revisão e implantação de Organograma da Estrutura Logística do Varejo conforme abaixo:


sup_imperatriz_5.jpg

Implantado e Adaptado ao novo Organograma ocorreu treinamento prático com todos os líderes e encarregados, treinamento esse vislumbrando todos os processos propostos, o desenvolvimento e a capacitação dos líderes de cada setor. Abaixo fotos da mesa de operações implantada:


sup_imperatriz_5.png

Na transformação do CD (Centro de Distribuição) em Centro de Resultados Logísticos a ABGroup apoiou em todo Redesenho da DRE da Área de Logística e apoio nas definições de cobrança e desconto logístico.
A ABGroup também auxiliou a operação do Imperatriz Supermercados na definição do pré-cronograma de virada do Sistema de WMS, definindo os seguintes pontos:


  • Antecipação de Pedidos Loja;
  • Antecipação do Recebimento dos Fornecedores;
  • Etiquetagem de Pallets Avulsos;
  • Realização de Testes Unitários;
  • Realização de Testes Integrados;
  • Organização depósito Pré-Inventário;
  • Realização de Inventário;
  • Ajustes de divergência;
  • Stress teste/ Go-live.


Com todo esse planejamento, a Operação foi inicializada com o WMS e não ocorreu nenhuma dificuldade nos novos processos.
Após implantação os números lcançados devido ao benefício do WMS foram:


  • Acuracidade de 99,95% (Inventário realizado em 2014);
  • Redução do quadro de Líderes (Encarregados);
  • Redução do quadro de colaboradores;
  • Mais de 20 fornecedores na seleção inversa, reducão espaço de picking fixo no depósito;
  • Redução do corte de mercadoria das lojas de 16% para 3%;
  • Melhor controle online das atividades do depósito.


No início da implantação da Gestão Estratégica de Estoque o PCE (Planejamento e Controle de Estoque) ficou como responsável pela geração de Indicadores Logísticos, com a evolução do projeto, foi elaborado um BI para facilitar a extração de informações e apoiar na decisão dos compradores. Os indicadores são:


  • Resumo Geral (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens);
  • Excesso de Estoques acima de 70 dias (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens);
  • Candidato a Falta (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens);
  • Avaliação de Mix (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens);
  • Sem Venda, com Estoque (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens);
  • Rever Margem (Venda, Estoque, Lucratividade, Dias de Estoque e Quantidade de itens).


O trabalho de Gestão Estratégica de Estoque no início foi realizado apenas em uma loja, porém com a evolução dos Indicadores para o BI a Gestão Estratégica de Estoques foi realizada em toda a Rede Super Imperatriz. O resultado da implantação dessa solução foi a redução de 54 para 31 dias de Estoque, ou seja,uma redução de 28% do valor de estoque do grupo.